eSocial começa em 2018, afirma Ministério do Trabalho

Qual a vigência do eSocial?

Será que o eSocial será adiado (mais uma vez!) por conta do cenário político atual?

Se depender das notícias atuais, o eSocial vai começar mesmo em 2018.

Em notícia publicada no último dia 19/05/2017, o Ministério do Trabalho reafirma o início para 2018.

E o representante da RFB, Sr. Daniel Belmiro, também afirma que a premente Reforma Trabalhista não afetará o eSocial e que o eSocial vai começar mesmo no cronograma previsto. Assista ao vídeo que postei no meu canal do youtube:

A questão agora é:

Como Implantar o eSocial?

Deixei uma página aqui em cima, no Blog, com várias dicas de vídeos e links para você conhecer essa nova obrigação que afetará a todos os empregadores do Brasil. Mas vou te dar mais uma ajuda, afinal, pode ser que você não saiba por onde começar… então veja essas dicas sobre o que fazer para implantar o eSocial

15 Ações para Começar Já a Implantação do eSocial

No capítulo 7 da segunda edição do meu livro “eSocial nas Empresas e Escritórios Contábeis – Guia Prático para Implantação”, lançada recentemente e dedicado a apresentar as estratégias de implantação do eSocial, apresento as 15 Ações para Começar imediatamente o eSocial e vou compartilhar com você agora:

  • Antes da implantação, dedique de uma a duas horas diárias para atualizar-se e ler todos os documentos oficiais e outros documentos do eSocial, que estão disponíveis no Portal do eSocial – esocial.gov.br. Aproveite para trocar experiências com outros profissionais no grupo de estudos do Facebook, no link a seguir: https://www.facebook.com/groups/esocialnapratica/

 

  1. Liste todos os eventos do eSocial e identifique os setores e profissionais responsáveis por cada um deles.

 

  1. Faça uma auditoria trabalhista e mapeamento dos processos que não estão em conformidade com a legislação.

 

  1. Identifique os problemas nas rotinas que não estão adequadas ao eSocial e à legislação vigente e busque soluções para adequação com a gerência e os profissionais responsáveis por cada área.

 

  1. Defina novas rotinas e novos procedimentos para os pontos de “gargalo” (como exemplo: admissões retroativas, pagamentos sem tributação, contratação de estagiários etc) e vá criando a Cartilha de Novos Procedimentos.

 

  1. Comece a fazer os Planos de Ação, um para cada evento do eSocial.

 

  1. Faça a Consulta de Qualificação Cadastral dos Trabalhadores. Releia o Capítulo 2 em caso de dúvidas.

 

  1. Faça um recadastramento dos trabalhadores, para o envio dos dados atualizados no eSocial, porém apenas 6 meses antes da entrada em vigor do eSocial e somente depois que o sistema estiver adaptado, para evitar pedir informações de menos e para que os dados não fiquem desatualizados. Uma dica: não solicite documentos antes. Peça aos colaboradores para confirmarem os dados já existentes no seu sistema – pode ser através de um aplicativo via internet ou mesmo em formulário – e só solicite documentos para os dados alterados.

 

  1. Após o sistema de folha estar adaptado ao eSocial, proceda às alterações no sistema.

 

  1. Em relação aos Cargos x CBO: já pode fazer uma análise, se todos os cargos estão com a CBO compatíveis. Comentarei mais sobre esta dica no Capítulo 10.

 

  1. Confira RAT, FAP e CNAE Preponderante, para saber se a empresa está fazendo a tributação corretamente. Comentarei mais sobre isto no Capítulo 10.

 

  1. Revise os Contratos de Estágio e elimine o que está em desacordo com a Lei 11.788/08.

 

  1. Faça a correlação da Tabela de Rubricas com a Tributação. O capítulo 10 irá ajudar mais neste entendimento.

 

  1. Identifique se a empresa está com seus laudos de Saúde e Segurança do Trabalho em dia e também os exames médicos e, caso não esteja, oriente para regularizar. Leia mais sobre esta ação no Capítulo 8.

 

  1. Atualize a Declaração de Encargos de Família para Fins de Imposto de Renda de todos os empregados e diretores, já de acordo com os dados que serão solicitados no eSocial e na IN RFB 1.500.14. Leia mais sobre Dependentes no Capítulo 11.

 

  1. Vá fazendo aos poucos a comunicação com o público-alvo e mantenha os responsáveis por cada evento atualizado com o tema eSocial. Atualize-se!

 

Agora é com você: vai ficar esperando o eSocial prorrogar ou vai meter a mão na massa e começar a agir?

Você que é profissional da área trabalhista e previdenciária, o eSocial também é uma OPORTUNIDADE para crescimento na carreira. Já pensou nisso? Já imaginou quantas empresas precisão de profissionais que estão aprendendo o eSocial?

Se você quiser realmente agarrar a oportunidade, eu posso te ajudar. Conheça o meu curso online “Como Implantar o eSocial“, que tem mais de 160 aulas em vídeo, plano de ação, análise de leiautes e uma estratégia matadora para você começar imediatamente! Ah, e tem meu suporte por um ano, com direito a atualização!

Como diz o Mestre Masaharu Taniguchi, “a oportunidade nunca chega a quem fica de braços cruzados“…

Seja bem-vindo e nos vemos na área de membros do curso!

Zenaide.

 

Deixe seu Comentário!

Comentários