14 julho, 2019

4 passos para ter sua liberdade profissional

Segundo um estudo recente, os Estados Unidos têm 173 mil domicílios com patrimônio líquido superior a US$ 25 milhões. Neste ano, um vencedor anônimo lucrou com a maior bolada da história da loteria Mega Millions, US$ 1,5 bilhão.

Esses números fazem parte do sonho de muita gente, que acredita que vá se libertar das exigências da vida profissional com o bolso cheio. Você pode imaginar que uma fortuna seja capaz de proporcionar um tipo de independência que permita uma vida à beira da piscina ou viajando por locais exóticos. No entanto, a realidade é outra: os mais ricos continuam trabalhando, muitas vezes com expedientes maiores e em funções estressantes.

Professor SA

Eles não deixam o trabalho pesado, mas não se sentem mal: o fazem por escolha, porque gostam. Para os mais afluentes, a independência profissional é um estado de espírito — eles são livres para ficar e livres para partir.

Você se sente preso e insatisfeito no trabalho? Se assim for, saiba que não está sozinho. Segundo um estudo da The Conference Board, uma organização sem fins lucrativos formada por 501 membros de associações e grupos de pesquisa de 60 países, apenas metade dos americanos está feliz com a vida profissional. Os demais simplesmente se arrastam todos os dias de casa para o escritório porque precisam pagar as contas.

Professor SA

Mas você não precisa ser zilionário para se libertar de um trabalho ruim. Tudo de que precisa é de um plano de ação e a capacidade de chegar todos os dias ao escritório, sabendo que pode deixá-lo para trás sem grandes hesitações, se preciso.

Uma vez que você tenha essa paz de espírito, tudo sobre a sua vida profissional pode mudar. Você será capaz de buscar aquilo de que gosta sem medo, capaz de assumir riscos, ter ousadia e, consequentemente, sucesso. Você vai viver e trabalhar com liberdade.

Veja abaixo os quatro passos para criar seu plano de liberdade e de independência profissional:

Passo 1: Economize para procurar emprego sem pressa

Procurar um trabalho com calma pode exigir cronogramas diferentes de acordo com suas restrições geográficas e habilidades específicas. Mas, em geral, você deve destinar de três a quatro meses para buscar um cargo médio, e de quatro a seis meses para procurar um posto de liderança sênior. Você não precisa ter dinheiro suficiente para não trabalhar nunca mais, e sim condições para dar adeus a um cargo ruim e seguir pagando as contas, enquanto procura uma nova posição.

Você já possui essa quantia? Talvez não. Mas posso assegurar-lhe que é possível economizar esse valor muito mais rápido do que ganhar milhões de dólares e se tornar rico e independente. Se você não pode fazer essa poupança agora, tudo bem, espere, mas não pule essa etapa. Se sentir-se livre em sua vida profissional é uma prioridade, você vai ter de guardar dinheiro.

Passo 2: Otimize seus contatos

Você não precisa frequentar happy hours ou participar de conferências para ter uma boa lista de contatos, mas sim manter sua reputação e um interesse genuíno pelas pessoas que conhecer ao longo do caminho.

Quando perdemos contato com quem estudamos, trabalhamos ou conhecemos de um programa de voluntariado, desvalorizamos a nossa rede. Conhecer novas pessoas é importante, mas seu alicerce deve estar naqueles que entendem quem você é e confiam em suas habilidades. Essas são as pessoas que vão se esforçar para tirá-lo do emprego atual ou ajudá-lo a encontrar um novo, caso você queira iniciar seu plano de liberdade profissional.

As redes sociais ajudam a manter contato, mas você também precisa reservar um tempo para ter, pelo menos, uma comunicação direta ou um encontro a cada ano. Esta etapa pode ajudá-lo a desenvolver uma rede forte que naturalmente se aprofunde e se expanda com o tempo.

Passo 3: Acredite no seu valor de mercado

A turbulência econômica e os nichos dos campos profissionais podem tornar a independência mais difícil de se alcançar, mas muitas pessoas trabalham em áreas que permitem transferência ou têm demanda por determinados talentos. Conheça seu próprio valor de mercado muito antes de procurar um emprego.

Embora seja bom ser cauteloso ao procurar um novo emprego, na maior parte das vezes, as pessoas diminuem o seu valor mais do que deveriam. Você provavelmente tem habilidades que empresas ou clientes desejam. Se tiver tempo para ser paciente e construir uma rede de qualidade, novas oportunidades se apresentarão. Para estar em paz e capaz de executar um plano de liberdade profissional, é preciso acreditar no seu valor de mercado.

Passo 4: Esteja de acordo com seu parceiro

Você pode pular esta etapa se for solteiro e capaz de tomar decisões pessoais e financeiras sozinho. Se não, este passo é crítico e tem o potencial de fechar portas.

Você pode se sentir confortável e até empolgado com a ideia de um plano de liberdade profissional, mas seu cônjuge pode não ser capaz de suportar o risco inerente de você deixar um emprego ser ter outro garantido. Tenha uma conversa sobre o que é mais importante para vocês enquanto casal — a segurança da certeza absoluta ou a paz da liberdade. É preciso estar ideologicamente alinhado na busca pela independência profissional. Discuta todos os cenários em que cada pode usar o plano de liberdade e decida quais as regras básicas para executá-lo. Repita essa conversa ao menos uma vez ao ano, já que a dinâmica de vida e família pode trazer novas prioridades.

Por mais que buscar liberdade na vida profissional não seja fácil, é algo que você pode conseguir muito antes de ficar rico. Se a independência é importante para você, dar os passos em direção a ela valerá o esforço.

Fonte: Forbes Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *