15 outubro, 2018

Conhecimento em eSocial já é obrigatório em entrevistas de emprego

Conhecimento da área é chave para quem busca reposicionamento ou novas oportunidades em Recursos Humanos e Departamento Pessoal.

Se você é profissional das áreas de Recursos Humanos ou Departamento Pessoal, atenção: sites de busca de emprego mostram que o eSocial já está sendo exigido como requisito essencial.

Uma pesquisa rápida no LinkedIn e outros sites de busca de emprego já exibe mais de uma centena de vagas dessas áreas que fazem exigência de conhecimento em eSocial.

Em processo de implantação desde o início de 2018, o eSocial teve registro de mais dois milhões de empregadores do país, segundo a Receita Federal do Brasil (RFB).

Após a conclusão da 1ª etapa, que envolveu as 13.115 maiores empresas do País, os optantes pelo Simples Nacional e empregadores pessoa física enviarão suas tabelas em janeiro/2019, conforme novo cronograma publicado no último dia 05/10.

E devido à fase de implantação, as empresas estão buscando profissionais que tenham conhecimento no assunto, explica a professora Zenaide Carvalho.

Autora de três livros sobre o eSocial, criadora do maior evento online do país sobre o tema e eleita uma das contadoras mais influentes em 2017 e 2018, ela diz que “como boa parte das grandes empresas já aderiu ao eSocial, só agora elas estão sentindo a necessidade de ter profissionais de RH e DP que dominem a área”.

O eSocial “é volumoso, complexo e fiscalizador”, com mais de 40 micro declarações – envolvendo o preenchimento de cerca de 2.600 campos, o que pode deixar o empregador vulnerável até mesmo “a uma fiscalização retroativa aos últimos cinco anos”, ressalta a professora.

Daí a necessidade das empresas de terem profissionais que dominem o assunto. “Como o eSocial não entrou em vigor completamente, abre-se um leque de oportunidades para profissionais de Recursos Humanos e Departamento Pessoal, entre outras áreas”, cita.

O conhecimento da área é “chave” para quem busca crescimento profissional, recolocação ou novas oportunidades. Os profissionais poderão atuar como Consultores para Implantação e, para citar apenas um exemplo, uma consultoria pode chegar a até R$ 100 mil”, explica a professora, que capacita gestores e consultores para Implantação do eSocial desde 2015.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code