Primeira parcela do 13º salário deve ser paga até dia 30

Nas cidades onde houver feriado, data limite para pagamento da primeira parcela do 13º salário é dia 29; quase 85 milhões de pessoas devem receber um total de R$ 211,2 bilhões em 2018

Termina no próximo dia 30 (sexta-feira) o prazo para o pagamento da primeira parcela do 13º salário de 2018. Nas localidades onde for feriado, como o Distrito Federal (que comemora o Dia do Evangélico), a gratificação deve ser paga até o dia 29. A data limite para a segunda parcela é 20 de dezembro.

Para este ano, a previsão é de que 84,5 milhões de pessoas recebam o 13º salário, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). São 48,7 milhões de trabalhadores ativos e 35,8 milhões de aposentados e pensionistas. A instituição estima que R$ 211,2 bilhões sejam injetados na economia (R$ 139 milhões dos empregados formais ativos). O valor médio do benefício é de R$ 2.320 por pessoa.

workshop zenaide carvalho

O 13º salário tem natureza de gratificação (gratificação natalina) e está previsto na Lei 4.749/1965. A determinação é de que o benefício seja pago em duas vezes e que a primeira parcela seja quitada entre 1º de fevereiro e 30 de novembro.

workshop zenaide carvalho

Quem recebe – Todo trabalhador que atuou por 15 dias ou mais durante o ano – e que não tenha sido demitido por justa causa – tem direito à gratificação. Quem se desligou da empresa deve receber pagamento proporcional ao período trabalhado.

Com a modernização trabalhista, é proibido que convenção e/ou acordo coletivo de trabalho suprimam ou reduzam o 13º salário. Para os contratos intermitentes, o empregado recebe também o proporcional, mas ao final de cada prestação de serviço.

Atraso no pagamento da primeira parcela do 13º salário

Quem não receber a primeira parcela até a data limite deve procurar as Superintendências do Trabalho ou as Gerências do Trabalho para fazer a reclamação. Outra opção é buscar orientação no sindicato de cada categoria. A empresa que não fizer o pagamento no prazo pode ser autuada por um auditor-fiscal do Ministério do Trabalho e pagar multa pela infração.

O pagamento da primeira parcela pode ocorrer também por solicitação do próprio trabalhador, por ocasião das férias. Neste caso, o empregado deve fazer o requerimento por escrito ao empregador até janeiro do mesmo ano.

Será que você está preparado para tributar corretamente os encargos na folha do 13º?

Se você ainda está com dúvidas precisa correr, pois o tempo está se esgotando.

Com o prazo para pagamento do 13º chegando ao fim e com a chegada do eSocial, você precisa estar atento aos detalhes.

Para ajudar você a enviar corretamente as informações e a evitar multas, a Profª.Cyntia Aguiar em parceria com a Nith criou o curso sobre Como Fazer a Folha e a GFIP no 13º Salário.

A Profª. Cyntia Aguiar é contadora, consultora tributária, atuante na área há 28 anos, também é palestrante e docente em educação fiscal, contábil, RH e financeira. Ou seja, uma grande referência na área.

Neste curso você dominará toda base legal, as incidências de contribuições previdenciárias, FGTS, IRRF, PIS folha e décimo terceiro proporcional.

Além disso conhecerá os detalhes para saber como fazer a folha de pagamento, GFIP e mandar as informações ao eSocial.

Garanta sua vaga agora através do link: https://bit.ly/2PX50bE

Fonte: Ministério do Trabalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *